Seguidores

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Papo Literário- Louca- Solange Benevides




                           Sendo quem sou essa louca,
         doida criatura de alucinados 
         sentimentos sem uma razão 
         mais forte para ser normal
         aquela que grita por descordar
         da qualidade do prazer 
         que a vida oferece
         Uma louca libertar-se
         de tudo que aquilo
         que aprisiona.
         
       Uma louca mudar paradigmas 
       que vive na profundidade 
       por não conseguir 
       ficar na superfície 
       Louca, sentir coisas que 
       os outros nunca sentem
       Louca ! desvaiarada 
       que rasga o peito e mostra  
       o pranto e busca o amor
       sincero e teima em
       acreditar nas pessoas.
       Uma louca que tudo 
       arrisca quando quer si 
       fazer feliz.

Solange Benevides

Postar um comentário