Seguidores

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Saudade




Algo batia forte dentro do peito, não sei explicar ao certo aquela sentimentalidade brusca que me invadia, estava à deriva em frente ao mar, sob um forte calor, numa tarde de verão. Aquelas embarcações fazia-me sentir em alto-mar, mas de repente fui arrebatada a tomar novos rumos...Deixar para trás, tudo aquilo que me tornava ‘’presa’’, e desgarrar sem remorsos. Novas vivacidades vêm para expressar as atitudes de poetizar palavras que deixam o coração mais leve, e se revestir de uma nova plumagem. Enfrentar novos desafios, mesmo aqueles que ficaram ‘’adormecidos’’ por algum motivo. Agora, vou ouvir uma canção, e sentir n’alma a leveza do corpo e da mente.

Margleice Pimenta

Postar um comentário