Seguidores

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

DUE CORPI – DOIS CORPOS




Quando vedo i tuoi occhi
Vieni il fuoco della passione
É come viaggiare nel space
In cui rotazioni che ruotano a ogni secondo
senza nessuno intervalo


Quando vejo os seus olhos
Vem o fogo da paixão
É como viajar no espaço
Em que, as rotações giram
a cada segundo
sem nenhum intervalo.


Nel mare brando, noi due
Solamente la nostra pelle
come vesti...
Con le tuoi mani tra miei
Vengo la godere il clima
Dal su respiro d’amore...


No mar brando, nós dois
Somente a nossa pele,
Como roupas...
Com as tuas mãos entre as minhas
Venho a desfrutar o clima
do seu sopro de amor...


Che non voglio
sulle finito....


Não quero
o seu fim...


Margleice Pimenta  15-20/10/10



Postar um comentário