Seguidores

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Talento que se mostra


segunda-feira, 18 de agosto de 2014
Talento que se mostra  
Talento é uma coisa mágica que faz toda diferença. Uma foto pode registrar uma bela imagem, tirada ao acaso por qualquer pessoa que por sorte consegue uma maravilhosa imagem. Mas o talento não trabalha com o acaso. O talento se mostra com frequência, em várias direções: na escolha do ângulo, do foco, do momento exato, da intensidade do clik. Enfim em tudo tem que ter uma pincelada do talento.  Se não for,  a magia não se repete, se resume a uma única foto linda tirada ao acaso. Nas fotos da jovem artista Margleice Pimenta o encanto da bela foto é recorrente, e isso a faz receber elogios frequentemente por suas fotos magníficas . Vamos conferir...










 







Texto de Marina Bravia
Fotos de Margleice Pimenta: 
margpepelite.blogspot.com.br
Fonte
Margpepe Fotografia
http://pt-br.facebook.com/pages/Margpepe-Fotografia/1431561137056459?sk=timeline.
Fonte: http://nossoliterariobloguinho.blogspot.com.br/2014/08/talento-que-se-
 mostra.html

Querida, grata pelo belíssimo texto. Obrigada mais uma vez pelo carinho e atenção. Me sinto honrada com esse mérito. Me emocionei com as suas palavras. Olha que eu nunca fui muito boa com as palavras. Mas, com o tempo, a vivência com pessoas queridas, elas vão brotando fio a fio.
A natureza, o Sertão, em modo geral, está na essência. Como disse: Guimarães Rosa, "O sertão está em toda parte, o sertão está dentro da gente. Levo o sertão dentro de mim e o mundo no qual vivo é também o sertão".
O primeiro olhar se deu pelas minhas lentes naturais. Toda a minha infância se construiu através do manuseio com a terra no campo. Vivenciar tudo isso, hoje em dia, complementa a vida na zona urbana. Os seus contrastes no dia a dia.
Os que tiveram a oportunidade de sentir tudo isso, mesmo que tenha sido em períodos de férias na casa de avós, é muito significativo para o bem estar. O retorno para casa cheio de 'causos' para contar para os colegas de sala de aula e professores. Faz me lembrar do seriado de TV do Sítio do Picapau Amarelo (Monteiro Lobato). Cheguei a assistir alguns capítulos...mas revi alguns postados no youtube.
Hoje, as crianças não têm o sabor de vivenciarem as brincadeiras ao ar livre sem sentir medo ao colocar os pés na rua. São outrem tempos.
Mas, sempre que possível, estarei com as minhas lentes (naturais e artificiais) a promover essa memória. Grata mais uma vez ao NLB, por compartilhar desses momentos únicos!
Um fortíssimo abraço,
Margleice Pimenta (23 de agosto de 2014)
Postar um comentário