Seguidores

quarta-feira, 16 de março de 2011


Destinos
O céu é o limite pra voar, seja de norte a sul,
de leste a oeste a vagar por este mundo.
Ali, num ponto mais alto entre as colinas,
os limites se entrecruzam. Ah, céus! 
dá pra sentir que o amor é indelével,
nas diversas maneiras de se manifestar. 
As ondas vão e vêm nesse mar azul.
A uma certa distância, algo me chama a atenção;
aproximo-me e vejo uma mensagem dentro 
de uma garrafa, junto à areia, trazida pela maré. 
Sabendo que posso estar ao encontro do destino, 
um olhar firme me provoca sensações. 
As palavras escritas naquele papel 
deixam o coração a palpitar... 
Resta-me, viver e sentir o que será dali em diante.

Margleice Pimenta 14/03/11



Postar um comentário